Buscar
  • Comentários do momento

O rombo das contas em 2016


Momentaneamente o governo desistiu da CPMF para tapar o buraco no orçamento. A proposta para o ano que vem mostra déficit de R$ 30 bilhões e o governo fala que é uma “proposta realista”. Deve ser mesmo já que não dá mais para continuar com as manobras contábeis de anos anteriores, as conhecidas “pedaladas fiscais”, que maquiaram as contas para tentar esconder o rombo. O reequilíbrio do orçamento implica que a dívida pública vai subir e que o contribuinte deve preparar o bolso porque mais impostos estão a caminho.

Clique aqui para ler a matéria na íntegra publicado pelo jornal Folha de S. Paulo.

#iu #jornais #economia