Buscar
  • Comentários do momento

Parceria com a Argentina


Em novembro estive na Argentina para intensificar programas de cooperação com aquele país. São parcerias em temas de interesse mútuo, com ênfase em energias renováveis, meio ambiente, agroindústria, bioeconomia, saúde, oceanografia, tecnologias da informação, biotecnologia e nanotecnologia, além do apoio a instituições de ciência e tecnologia e a empresas dos dois países.

Leia a matéria completa no site da Finep:


Em visita oficial a Buenos Aires, na quinta-feira (15), o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, se reuniu com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina, Lino Barañao, para intensificar a cooperação nas áreas de nanotecnologia, com o Centro Brasileiro-Argentino de Nanotecnologia (CBAN). Durante o encontro, também foi discutido o lançamento, em breve, de uma chamada pública da Finep para projetos conjuntos de inovação entre os dois países. Os ministros discutiram ainda a parceria na implantação do Instituto Latino-Americano de Física de Astroparticulas, que também tem a participação do Chile.

Na reunião, Kassab foi acompanhado de comitiva composta pelo secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento, Jailson Andrade; o presidente da Finep, Marcos Cintra; o diretor do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), Ronald Shellard; e o coordenador-geral de Desenvolvimento e Inovação em Tecnologias Convergentes e Habilitadoras do MCTIC, Leandro Berti.

A viagem de Kassab retribui visita do ministro Barañao ao Brasil, em agosto deste ano, quando foi anunciada a retomada das atividades do CBAN. Na ocasião, foi assinado acordo entre Brasil e Argentina, por meio da Finep, que fortalece a cooperação científica com o lançamento de chamadas públicas conjuntas e o intercâmbio de pesquisadores e estudantes.

“Mais do que retribuir a gentil visita do ministro Barañao, quero registrar a importância de nossa parceria e intensificar a cooperação nas diferentes áreas de pesquisa e desenvolvimento”, afirmou Kassab.

Outro marco das relações bilaterais é o Centro Brasileiro-Argentino de Biotecnologia (CBAB), que já apoiou 150 projetos de pesquisa nos últimos 30 anos. Ao todo, 5.500 pesquisadores já foram capacitados pelo CBAB. Os editais para cursos e projetos de pesquisa são lançados simultaneamente nos dois países.

Acordo Brasil-Argentina

A Finep e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina firmaram, no começo de agosto, um acordo para estabelecer parcerias nas áreas da ciência, tecnologia e inovação pelos próximos cinco anos. O compromisso foi pactuado durante a primeira reunião do Comitê Executivo Brasil-Argentina em Ciência, Tecnologia e Inovação.

O memorando de entendimento estabelece o lançamento de chamadas públicas conjuntas, apoio a projetos de pesquisa, intercâmbio de pesquisadores e estudantes e a organização de seminários para promover a interação entre instituições relevantes, além de intercâmbio de informações.

O documento prevê parcerias em temas de interesse mútuo, com ênfase em energias renováveis, meio ambiente, agroindústria, bioeconomia, saúde, oceanografia, tecnologias da informação, biotecnologia e nanotecnologia, além do apoio a instituições de ciência e tecnologia e a empresas dos dois países.



Com informações do MCTIC

#ciencia #finep #Comentáriosdomomento