top of page
  • Marcos Cintra

O que desejamos em 2024

Ao Brasil, e a cada um dos brasileiros, os meus desejos de um ano repleto de realizações.

🎉👏🎉🍀


Há muitas, infinitas coisas que precisam ser feitas no nosso país. Vou enumerar as dez que julgo essenciais, sem ordem de prioridade, e pedindo desculpas se me esqueci de outras:

. Ampla reforma judicial para acabar com a corrupção, parcialidade, criminalidade, impunidade, censura e sem vergonhice que maculam esse Poder.


. Desmamar o brasileiro do assistencialismo público e do tratamento de coitadinho e hiposuficiente , e estimular a iniciativa privada.


. Alterar o sistema politico para terminar com as eleições proporcionais e o presidencialismo e assim acabar com o coronelismo, corrupção, falta de representatividade dos eleitos, partidos terem dono$, financiamento público de partidos e de campanhas, mandatos eternos, profissionalização da política; acabar com salário e mordomias inicialmente de vereadores, e depois caminhando mais acima na escala.


. Desestatizar todas as atividades produtoras do governo, exceto as típicas do Estado, reservando ao poder público a regulamentação e controle. Hoje isso está invertido. Pense nisso.


. Excluir qualquer influência pública na ética comportamental da sociedade que cabe às famílias decidirem como costumes, religião, wokeísmo, identitarismo etc.


. Acabar com privilégios de todos os tipos da burocracia pública em todos os níveis e poderes, inclusive estabilidade, regalias e outras vantagens diferentes das oferecidas no setor privado.


. Reintroduzir no vernáculo governamental a palavras poupar, cortar gastos e desperdícios através de uma ampla reforma administrativa do Estado; menos consumismo e mais poupança e investimento.


. Parar de tributar o a folha de salários, ampliando emprego e estimulando o uso da mão de obra, como elemento essencial na política de reindustrialização do Brasil, para se ver mais “made in Brazil” nos produtos de consumo de massa como já aconteceu no passado. Reformar o sistema de financiamento da Seguridade Social brasileira que se encontra em estado pré-falimentar, através da volta de uma contribuição sobre transações financeiras, como já existiu no Brasil durante 12 anos, e eliminar contribuições ao INSS, Cofins e CSLL. Isto seria pilastra importante de sustentação da reforma tributária em andamento e a boia de salvação da previdência.


. Por último mas não de menor importância ensinar que “todo brasileiro precisa ter vergonha na cara” como nos ensinou Capistrano de Abreu. Isso só se ensina com punição e bons exemplos vindos de cima.


Feliz 2024.

Topo
bottom of page