top of page
Buscar

Haddad já começa confundindo germano com gênero humano

Em entrevista recente, Fernando Haddad afirma que eu, quando Secretário da Receita Federal em 2019, pretendi taxar o Pix.


Impossível, pois o Pix não existia em 2019!


O futuro Ministro ignora que em 2019 o debate não era sobre tributar o PIX, que considerou uma ideia “atrasada”.


O que se pretendia era eliminar a tributação sobre o trabalho no Brasil, uma das mais altas no mundo, e substituir este imposto por uma tributação dos pagamentos em todas suas modalidades, ou seja, reduzir a carga tributária para as empresas empregadoras e para os trabalhadores.


Isto é atraso?


Atrasada, retrógrada e cruel sim, foi a tentativa do PT em 2007 e novamente em 2016, de aprovar a CPMF para elevar a carga tributária.


Sua palavra, Ministro, é muito importante e se torna necessário conhecer o tema para discuti-lo.