top of page
  • Marcos Cintra

Inflação na Argentina desacelera pela 5ª semana consecutiva, diz Portal

Boas notícias!



No acumulado do mês de janeiro, a inflação nesse segmento alimentícios atingiu 10,7%, com uma média de 28,6% nas últimas quatro semanas.


A Argentina observa uma queda na inflação pela quinta semana consecutiva, conforme apontam relatórios de diversas consultorias e o portal de notícias local Ambito. Portanto, após Milei desvalorizar o peso argentino para chegar em seu valor real, e liberar os preços de diversos itens, a inflação começou a reagir positivamente.


Vale ressaltar que a melhora é observada na diminuição do aumento, e não em uma súbita queda da inflação. Mesmo assim, a desaceleração dos preços marca um acontecimento que há tempos não era visto na Argentina. Trata-se da primeira vez em anos que a inflação está a diminuir e não a acelerar.


Nesse sentido, após uma série de medidas econômicas, a inflação em alimentos e bebidas mediu um aumento de 2,1% na terceira semana de janeiro. Desse modo, marcando a quinta semana consecutiva de queda após o recorde de 11,5% na terceira semana de dezembro.


Agora, a atenção se volta para os preços regulados, que, com o fim do congelamento dos serviços, devem pressionar o índice de inflação de janeiro. Contudo, há um consenso de que essa taxa será menor do que a de dezembro.


No acumulado do mês de janeiro, a inflação nesse segmento alimentícios atingiu 10,7%, com uma média de 28,6% nas últimas quatro semanas. Apesar de elevada, essa média tende a diminuir nas próximas semanas.


Comments


Topo
bottom of page