top of page
  • Marcos Cintra

Os aumentos de preços que poderão vir com o IBS

Como provavelmente teremos que esperar muitos anos para conhecer a alíquota do novo imposto, fiz alguma simulações, que partem da alíquota inicial de 25% projetada para a PEC 45/2019, onde não se previa alíquotas reduzidas, imunidades e quaisquer regimes diferenciados.


Os substitutivos a essa emenda constitucional favoreceram vários setores e produtos que terão benefícios em relação à alíquota padrão inicialmente estimada para a proposta. Essas exceções representam perdas de arrecadação que devem ser compensadas com alíquota padrão majorada para os demais setores. Portanto, a estimativa de incidência setorial utiliza uma alíquota projetada da ordem de 33,76%.


Com esta alíquota, inviável sob todos os aspectos, praticamente todos os setores da economia terão aumentos significativos de carga tributária, mesmo os favorecidos, em função do encarecimento de seus insumos.


Carga tributária aumenta entre 10% e 40% em praticamente toda economia. Por exemplo: carga tributária hoje estimada para tecidos é 33% do preço; irá para 44%, um aumento de 33%.


Veja aqui para 120 setores:



Download:

Topo
bottom of page