top of page
  • Marcos Cintra

Que fria!! Teto de 25%?

Como segurar a peteca?


O governo alardeou, sem provas convincentes, que a alíquota do IBS/CBS ficará entre 22% e 27% por fora, o que significa entre 18% e 22% por dentro.


Então por que recusar a proposta dos presidentes do Senado e da Fiesp de fixar um teto de 25%?


Técnica legislativa? Sei, sei…


Venceram a guerra... e agora?


Em termos atuais, apenas o ICMS já tem alíquotas superiores a isso, fora o Pis/Cofins, o ISS e os festivais de benesses tributárias distribuídas a esmo.


A recusa em aceitar teto de 25% revela claramente a insinceridade da proposta do governo e a fragilidade dos números que sustentam a PEC 45.


Ou então que os contribuintes brasileiros viraram ciosos pagadores de impostos húngaros!


Aceitariam colocar teto em 27% então?


E agora, José?

Topo
bottom of page