top of page
  • Marcos Cintra

Uma campanha a favor da Pobrefobia

Padre Lancellotti lançou, como crítica, o termo “pobrefobia”, com sentido pejorativo.


Eu proponho que a expressão pejorativa seja “pobrefilia”, amor à pobreza, mal que acomete muitos, este sim a ser evitado, pois amam a pobreza e se alimentam dela.


Desejo que a pobrefobia contamine toda a sociedade, que todos a odeiem tanto a ponto de eliminar a pobreza em nosso país.


A pobrefilia ama e estimula a cultura da pobreza e deseja manter os pobres como estão, pois são a base de sua presença social, para não dizer econômica também.


Sou sim adepto da pobrefobia se o termo significar que a pobreza me desagrada e que desejo eliminá-la, liquidá-la, escorraçá-la de nossa vida como sociedade.


Há outros, os pobréfilos, que amam a pobreza, e desejam perpetuá-la e se possível aumentá-la para terem mais massa de manobra para seus objetivos políticos e pessoais.


Sim, eu fui acometido pela pobrefobia por ver tanta miséria sem solução, e tanto discurso carola sem ações propositivas para superá-la.

Topo
bottom of page