Buscar
  • Comentários do momento

Reprovação de Dilma supera a de Collor


Vivemos a pior recessão em 25 anos. O vice-presidente da República, Michel Temer, apela por “reunificação“ do país. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, reconhece que a situação fiscal é grave. O governo admite que perdeu o controle de sua base política. O PT fica cada vez mais atolado em denúncias de corrupção. A gestão Dilma é classificada como ruim ou péssima por 71% dos brasileiros, a pior avaliação desde o crítico ano de 1990.

Estamos mergulhados em um quadro de incertezas que o PT criou com seu projeto obscuro de poder, suas barbeiragens na economia e sua omissão em relação à condução das reformas estruturais. O cenário é extremamente preocupante e se configura como uma das maiores crises da história brasileira. Isso acontece com um governo recém-empossado, que por pouco não foi desalojado do poder nas últimas eleições, e cuja capacidade de gestão se deteriorou em poucos meses. Na prática a gestão do PT acabou, mas preocupa o fato do atual governo ainda ter mais de três anos pela frente. O país está desorientado, sem rumo, e não há perspectiva que o quadro mude. Com tudo isso, aos poucos ganha força uma alternativa que alguns julgam ser a menos dolorosa para o país que seria o afastamento definitivo de Dilma da presidência. O fato é que o modo petista de governar nos levou à atual situação e qualquer que seja a saída vai exigir um custo social muito alto para colocar a casa em ordem de novo.

Clique no link para ler a matéria na íntegra Reprovação de Dilma cresce e supera a de Collor em 1992. Publicado pelo jornal Folha de S. Paulo no dia 06/08/2015.

#Comentáriosdomomento