top of page
  • Marcos Cintra

Nos tempos democráticos do amor e da picanha: Patacoada Nº 23

Serviço terá imposto maior porque rico consome mais, diz Appy.


Já ouvimos esta frase assustadora de outros responsáveis pela reforma tributária.


Vejamos:

A primeira pergunta a fazer é o que significa RICO para ele? No Brasil se atinge a alíquota máxima do IRPF com renda de menos de 6 mil reais mensais. Esses são os MUITO RICOS? O que é ser RICO? Afora a odiosa discriminação implícita nesta frase do secretário há que definir o conceito de RICO para saber se concordamos ou não com a observação. Para o secretário RICO parece significar não ser miserável. Aí 70% da população no mínimo merece ser mais tributada.


Mas vamos adiante:

Saúde e educação é só para RICO ? E alimentos e transporte é só para RICO? Ah, mas não se preocupem pois eles terão tratamento diferenciado. OK, mas não estaremos recriando o ICMS com essas aberturas pontuais e reforçadas por influência política?


Adiante:

O segmento de serviços que mais emprega no Brasil, segurança e limpeza, mais de 3 milhões de EMPREGADOS POBRES (1-2 Salários mensais mensais). Esses serviços, consumidos pelos ricos (?) podem ter seus preços aumentados, a demanda reduzida e maior desemprego de POBRES?


Tem mais:

As tolices vão mais longe. O maior comprador de serviços de segurança e limpeza é o setor público. Por sua vez, o setor público só é consumido pelos RICOS? Escolas e hospitais públicos são itens de consumo dos RICOS?


Vamos fazer uma reforma tributária mais progressiva SIM, mas sem ódio, sem raiva, e sem preconceitos, e com mais, muito mais racionalidade e boa análise econômica. Afinal, estamos nos tempos democráticos do amor e da picanha.

Kommentarer


Topo
bottom of page